Viver é Raso



O lugar é aqui, o dia é hoje, a hora é agora… Todo o tempo que tenho para viver é o presente… Invento percursos, histórias, enredos, mas meu trajeto é um círculo… Crio personagens, invento destinos, fabrico máscaras, mas eu sigo sendo eu, se calhar, contra minha própria vontade!… Em minha vida se vão acumulando objetos, caras, idiomas, máscaras, nomes, cores, buracos dogmas, silêncios, discursos, medos e uma infinidade de outras inutilidades das quais, confesso resignado, dependo visceralmente!… Chego mesmo a crer que não conseguiria viver um segundo sequer sem elas!… Fui, durante todo o trajeto da minha vida, catequizado, domesticado, viciado no uso e desuso das mais perfeitas, imprescindíveis e contundentes inutilidades… Uma única certeza me conforta: Não estou só!…

 

Ficha Técnica: Em atualização

 


 

<<Voltar